jusbrasil.com.br
30 de Maio de 2020
2º Grau

Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região TRT-7 - RECURSO ORDINÁRIO : RO 0000326-31.2015.5.07.0028

Detalhes da Jurisprudência
Partes
POLO ATIVO: COSAMPA PROJETOS E CONSTRUCOES LTDA, POLO PASSIVO: JOAQUIM AGOSTINHO DE LIMA
Publicação
19/02/2019
Julgamento
14 de Fevereiro de 2019
Relator
FRANCISCO TARCISIO GUEDES LIMA VERDE JUNIOR
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

RESTRIÇÃO À EMPREGABILIDADE. INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS.

A atitude da promovida não foi a de um simples informar o desligamento do reclamante de seus quadros, mas a de avaliar negativamente o obreiro e a de contribuir para alimentar um sistema de restrição capaz de inviabilizar nova chance de colocação do autor na função, por intermédio de diversa empresa interposta. Nesse contexto, reputa-se manifesta a conduta ilícita praticada pela acionada (restrição à empregabilidade), o que se infere, inclusive, pela leitura da prova oral produzida, nos moldes da fundamentação erigida na decisão de primeiro grau, aqui abraçada, por seu acerto e precisão.

Decisão

Acerca da adoção do instituto da denunciação da lide na seara processual justrabalhista, este julgador comunga, integralmente, do entendimento consubstanciado na decisão de fl.
Disponível em: https://trt-7.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/679313069/recurso-ordinario-ro-3263120155070028